Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

sábado, 24 de maio de 2008

Das tentações

Hoje é sábado, dia de jantar fora com amigos. Para quem, como eu, faz geralmente as refeições sozinha, o jantar de sábado e o almoço de domingo são especiais.

São especiais porque como acompanhada, porque converso durante a refeição, porque como coisas diferentes do dia a dia. Mas não são de modo algum refeições de exageros. Já foi o tempo…
Eu gosto muito de ir a uma determinada pizzaria, pizzaria essa que tem um patê de atum excelente, uns pãezinhos de alho a combinar, uma pizza que adoro e um tiramisu que me tirava do sério. Tirava. Já não tira, já não como.

Agora limito-me a um pãozinho com patê e à pizza. Bebo água e não como sobremesa. As simple as that.
Eu sei que pizza não é grande opção para quem está de dieta. Mas eu gosto, os meus amigos gostam e essa pizza representa um par de horas de conversa.

Assim sendo, pensei e repensei e cheguei à conclusão que aquela pizza não me engordaria. Não me faria emagrecer, é certo, mas desde que o resto da alimentação dessa semana fosse correcto, não seria a pizza a culpada do meu insucesso.

Mas uma coisa é comer essa pizza, outra é comer “tudo a que tenho direito”. Comer um pãozinho extra só porque está no pratinho das entradas. Uma fatia extra que não preciso. Uma cerveja que só vai dilatar o estômago. Uma sobremesa com calorias equivalentes a uma refeição normal.

Fazer dieta é fazer escolhas. É distinguir o essencial do acessório.
O essencial é a companhia dos amigos, da família. A comida é acessório. Não pode nem deve ser o centro das atenções.


Honestamente: quantos magros conhecem que comam de tudo o que está em cima da mesa? Comem mesmo de todas as entradas? Comem 4 ou 5 fatias de pizza? Comem sempre sobremesas doces???
Pois é…

Algumas poderão argumentar que se eu estivesse assim tão comprometida com a perda de peso, não iria jantar fora e ficaria em casa a fazer uma refeição mais leve e saudável.
Até poderia…. Mas a vida não vai esperar até estarmos magras para continuar a correr.
Nem viver em casulos durante a dieta, num ambiente falsamente desprovido de tentações nos vai ajudar. Porque temos de aprender a viver cá fora, com tentações, com convites, com festas… e de tudo isso, comer apenas aquilo que nos convém ou que não faz grande mal.

Já fiz dietas em que perdi mais peso e mais rapidamente. Aparentes sucessos, em que me auto-excluía da vida real, rejeitava convites, alimentava-me com demasiadas regras. O resultado? Terminado o emagrecimento, voltava a sofrer horrores para me conter face às minhas comidas favoritas. E voltei a engordar, claro. Não quero mais isso para mim.

Quero equilíbrio, simplicidade. Quero aproveitar a vida.

19 comentários:

Ana Paula disse...

Oieeee!

Lindo o que vc escreveu!

hehe

Pena isso não dar certo pra mim, pois sempre acabo comendo um BOI...

rsrs

+ graças a Deus a minha Dieta vem ido mt bem...

hehe

Brigaduu pelo comentário...

Ahh...

Jah tah na minha lista de favoritas!

Adorei seu blog!

Bjxxx**

Tammi disse...

Oi Papoila! Concordo contigo. Não precisamos nos "enfiar" em um casulo durante a dieta. Acho que reprimir demais pode causar um grande estrago depois. Aconteceu com você, aconteceu comigo também, aconteceu com muita gente. Fazer uma dieta errada e engordar tudo de novo, se não mais. Acho que podemos comer de tudo, sempre nos cuidando. Jacou hoje? Desjaca amanhã, hehehe. To contigo e não abro! Boa janta para você hoje! Beijos!

Crista disse...

Muito inteligente Papoila, eu tb. penso assim. Hoje comi umpacote de Filipinos (risos) e é claro que sei que foi burrice, mas pensando bem ... nunca tina comido na vida!!! Agora já sei como é nãopreciso comer mais.
beijos e bom fim de semana.

Estela disse...

Equilibrio...é "simplesmente" disso que falas aqui!

E, quem não precisa dele?

Gostei do que li!
Beijinhos!

Gô! disse...

Eu concordo plenamente com o que você está dizendo!

E nem acho pizza um alimento tão ruim assim... Quer dizer, não sei como são as pizzas aí! Mas aqui tem pizza que é super leve! (se comparada comoutras)

Por exemplo, pizza de atum! Um alimento super bom!

Agora, pizza de 4 queijos é um atentado mesmo.... De calabreza também....

Bom, eu sou a favor da vida agora! Porque é agora que se vive, de qualquer forma!

Era só o que faltava, ficar infurnada dentro de casa em um casulo, esperando o nascer das asas de borboleta pra poder voar por aí!

Eu sou a favor da saída do armário! Da liberação da franga hehehehehe

Beijos!!!!!!

disse...

É isso aí, Pá, uma reeducação de hábitos inclui vida social sim. São vários os aspectos envolvidos, não é só a comida que alimenta. Mas é só ela que engorda (olha que isso vai dar um post!). Bjs. Zá.

Magui disse...

Tem razão.A luta é diaria em tudo e as ofertas são tentadoras. pParabéns pelo blogue, vim lá da Beth, A conquista.

Gostosura disse...

linda postagem, prá lá de verdadeira...
sem cuidar da auto-estima e da vida social, não ha´como ser feliz
e sem felicidade, não há porque estar melhor... ela é o combustível de qualquer projeto de sucesso...
esta pizza não engorda, assim como vc falou... pode não ajudar a emagrecer, mas não vai engordar
beijinho

Elaine Regiani disse...

Adorei este post. Realmente vc está coberta de razão. Pizza é uma tentação, mas sabendo equilibrar dá pra fazer RA e mesmo assim emagrecer...
O problema são os acompanhamentos: cervejas, refrigerantes, etc...
Agora concordo em gênero, número e grau com vc...Fazer dieta não é deixar de viver, muito pelo contrário, para fazer dieta precisamos estar bem, de bem com a vida, a família e os amigos, portanto, nada deficar em casa enfurnada..hahah
Sair distrai a mente, muda a rotina, e é ótimo para aauto-estima.
Beijos e fique com Deus!

Flávia disse...

Oi Pá,

Da mesma forma que ninguém precisa escolher entre comer o que gosta e emagrecer, ninguém precisa escolher entre ter vida social e ser magra.
E estás certíssima: nestas ocasiões a comida é acessório, o essencial é estar com quem se gosta, rir e se divertir. Além de tudo, felicidade ajuda a emagrecer!

Beijão

Su disse...

Ai, o meu problema este fim-de-semana é que comi de todas as entradas e ainda comi sobremesa!!! Ai, cabeça de gorda!!!!

Mas tu tás no caminho certo! Beijocas ***

http://disciplinando-me.blogspot.com

Ana Sofia disse...

Bem... eu vou concordar e discordar, até pk já me conheces e sabes k n sou d rodeios. P começar conheço mta gente k come de tudo se ser gorda e mantendo a saúd. Dou-t o exemplo do meu namorado k come pizza (uma média sozinho), come doces, come canes de porco come fritos come tudo tudo tudo sem kk restrições e é magro. P além tb já tá na idade em k exas comidas o poderiam afectar fisicamnt e tal n acontece(36 anos). Concordo a 100% kd dizes k o essencial é a companhia, mas a compahia n tem de ser acompanhada de uma má alimntação. Os meus amigos gostam de pizza mas por ir c eles n sou obrigada a comer. E s m respeitarem cm amigos k são n m marginalizarão. Agora outra coisa em k concordo é k uma dieta não é uma prisão e k é feita de escolhas. O meu patrão costuma dizer k a lei das compensações é em tudo na vida uma falácia. O ideal é fazer sempre as escolhas certas... Mas eu cá axo k kd se fez uma má escolha o ideal é mm compensá-la.

Bjs e boa semana

Anónimo disse...

Concordo com o que escreves...porque a r.a não tem que ser só restrições radicais,isolamento, não é enfiar em casa e só sair quando atingir o peso desejado...o convivio e a adaptação ao novo estado são importantes é tudo uma questão de escolhas certeiras e saudaveis.
Temos que nos mentalizar em comer para viver, não viver para comer certo?
Boa semana!!

jufacchin disse...

Oi,
Vc fez um comentario no meu blog a um tempinho ja, tentei responder subito e nao consegui , e depois me esqueci, mas estava dando um tour pelo blog e o encontrei, e vou tentar responder agora. Se trata da pascoela, que aqui na Italia chama se Pasquetta, eu acho que é a mesma coisa sim, eu achei muito estranho, essa comemoraçao, afinal nunca senti nada parecido no Brasil, mas acredito que o motivo seja ligado ao pos guerra, nao sei qual foi a motivaçao de introduzir esse feriado ai, mas do que pesquisei, aqui na Italia a ideia era essa, dar um pouco de alivio e serenidade às pessoas depois da guerra.
Bjs e boa semana para vc.

gotinha disse...

Desculpa! o anonimo fui eu esquecime de escrever o url

Branquinha disse...

O teu post esta muito bem escrito e explica muita coisa! Eu estou ha mt tempo pr emagrecer e tenho emagrecido mt devagar, mas também prefiro assim, do k perder tudo evoltar ao k era. Isto de dietas é uma m... Deviamos de ser todos como cd um quer hehe Beijos ;) Não sei se ja tens aacesso ao meu blogue, mas caso n tenhas, manda email para tambem_eu@hotmail.com ! Beijos

Juh disse...

adorei o teu teste e acredita que tens toda a razao!!!
n precisamos de deixar de viver e de fazer o que mais gostamos por causa de uma dieta...temos é k saber controlar-nos!!!saber o k devemos comer e k kantidadde comer pk n é comer uma vez que nos vai engordar tudo outra vez!!!
força querida!!!

beijao

Juh

Crazy Cat Lady disse...

olha, eu sou melhor companhia sem tar com a boca ocupada, e há certas coisas que eu já nem consigo comer que fico mal disposta, se for uma pizza italiana tudo bem, se quiserem ir comer pão com óleo faço companhia, mas vou comer o quê? só se torcer a pizza, nem gorda eu comia coisas só para ser sociável não vou começar agora... os meus amigos que estão habituados a mim sabem que eu sou naturalmente esquisita de gostos, só pessoas que não me conhecem bem é que estranham mas tb não se põem a insistir - eu desconfio que só qd se está gordo é que alguém que não é mãe nem avó insiste em enfiar-nos algo goela abaixo.
conclusão: se gostas de pizza e estás numa saída com amigos que tb gostam, comer moderadamente n faz mal. comer só para ser "normal" cm li num blog de uma menina brasileira (não me recordo qual) ng está a pagar as tuas contas nem a lavar as tuas cuecas, logo não lhes deves satisfações.
bjs

Sarapatica disse...

sempre com palavras acertadas....um bjinho pra ti