Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Outra receita para tótós na cozinha :)


No domingo a mami estava a estufar carne de vitela e sugeriu uma salada de alface para acompanhar. Como estou numa fase que nem posso ver a dita à minha frente, tratei de arranjar outro acompanhamento para a carne e arroz branco soltinho da mami.
Depois de mexericar no frigorífico, e maravilhada com o cheiro do estufado, aqui está a minha “receita”:

Ingredientes:

3 colheres de sopa do molho de um estufado
Couves de Bruxelas frescas
Cogumelos frescos laminados
Cebolinhas congeladas
Orégãos frescos
Sal
Pimenta preta moída na hora
Vinho branco maduro

Cortar as couves a meio e reservar. Pôr no wok 2 a 3 colheres de sopa de molho de um estufado.
(Caso não tenha molho, improvisar uns cubinhos de tomate, cebola picada, um pouco de azeite…).
Depois de aquecer o molho, pôr as cebolinhas e deixar que comecem a caramelizar.
Juntar as couves de Bruxelas, mexer bem e tapar.
Mais ou menos 5 minutos depois, adicionar os cogumelos. Quanto tudo estiver novamente a ferver, juntar um terço de um copo de vinho branco e sal.
Mexer bem e tapar. Deixar cozinhar 5 a 10 minutos, mexendo de vez em quando.
Eu não uso muito tempos de cozedura, vou trincando as couves até terem a consistência que gosto. Não é lá muito profissional, mas resulta!

Quando as couves estiverem cozinhadas e crocantes, acrescentar os orégãos e a pimenta preta, mexer bem e tapar até à hora de servir.

Sugestões
Costumo comprar cebolinhas congeladas no hipermercado jumbo, não sei se há outras marcas que as tenham. São muito boas também para salteados, omeletes e para assados. (não como base do molho, apenas “decoração”.)

Nunca uso couves de Bruxelas congeladas, acho-as muito “empapadas”, sem consistência.

Podem usar-se cogumelos de lata ou orégãos secos. Admito que sou fã dos alimentos em estado “natural”.

Last but not the least - regra da mami: vinho que não presta para beber, não presta para cozinhar. Mais vale usar uma cerveja do que zurrapas!

Esta receita vai para o canto do costume!

11 comentários:

Gô! disse...

Oie!

Minha mãe congela a cebolinha que dá no quintal.

Ela pica e guarda em um pote de margarina limpo.

Lá em casa se usa bastante cebolinha, principalmente nos pratos quentes, e em recheio de torta. Daí não precisa se preocupar com a possivel cara de 'passada'

Beijos

Menos Peso disse...

O meu problema é que n gosto de couve de bruxelas, sejam elas frescas ou congeladas.
bjos

disse...

Uia que tá tudo muito bem por aqui, hein? Cozinhando light, se exercitando e o peso baixando, rsrsrsrs. Muito bom mesmo! Nesse ritmo, sábado já está garantido. Bjs.

menoscaloriasmaisvida disse...

Papoila,
vim agradecer a tua visita e conhecer os eu espaço.
Parabéns pelos resultados da sua RA. Continua e volta sempre que quiseres.
Um abraço.
Susana.

Marisa disse...

Tão prendada que ela anda. Não queres vir passar uns tempos cá a casa?? :-))))

Eu sou adepta da teoria da tua mãe relativamente ao vinho. Até porque bons ingredientes são meio caminho andado para tornar um prato por mais simples que seja num pitéu. ;) Uii..já estava aqui preparadinha para dissertar sobre o tema....gorda que é gorda (como tu dizes rss) adoooraa falar em comida. raios! Vou-me já embora!

Beijocas

Vania San disse...

Você tem razão amiga! Vou fazer diferente (ficar entre 1600 a 1400 kcal, até pq não consigo comer menos rsssssssssss).

Obrigada por estar sempre pronta a me dar o conselho certo!

Eu não seio o que é "estufar" carne rsss

BEijso

Débora disse...

Oi querida!!!! Obrigada pelos elogios e pela força de sempre!!! Eu ainda não vejo mesmo tanta diferença no corpo sabe. Deve ser porque são anos convivendo com esse peso todo, então fica mais difícil de ver a diferença. Mas nas roupas dá pra sentir, e muito.
Fico feliz de saber que tá tudo bem aí, sob controle!!! Tua receita parece deliciosa!
Nossa quero muito fazer Pilates, só me falta o dinheiro!! rsrsrsr
Agora, eu parecida com a Sandra Bulock? Ah sei, quem dera!!!! rsrsrsr
Beijão e um excelente domingo pra ti

Andy disse...

hummm...altas criatividades culuinária..muito bom
ótimo domingão
bjus

Rosi disse...

Ae, Papoila, arrasando na cozniha, hein?
Eu tbm adoro cebolinha na omelete e nas tortas. Elas dão um sabor especial...

Mudando de assunto, vc tem toda razão, menina, eu deveria já estar de banho tomado, né? Mas é q eu tinha acabado de chegar da rua e qdo saio eu realmente me "produzo", então eu queria q ele me visse ainda arrumada, entende?
Mas nem t conto: hoje a gente saiu pra pedalar e paramos na beira da praia. Eu JURO que não o ouvi me oferecendo a mão pra eu descer o morro. E resultado: caí. Ai, Papoila, pq eu sou tão atrapalhada?

Tenha um excelente domingo.

Destino-Emagrecer disse...

Vejo que por aqui está indo tudo bem, o que é óptimo, parabéns, continue. Beijos.

P.S: E o Diogo como vai? Matreiro como sempre?

Beth disse...

Muito bem! A gente tem que aprender a diversificar, a inventar, a fazer com que o cardápio não se torne maçante, sem prejudicar o que estamos buscando.
Beijos e parabéns.
Beth
http://aconquista.zip.net