Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

quarta-feira, 12 de março de 2008

Miscelânea de assuntos

Estranhamente, estou a conseguir manter a motivação. Um escorregão aqui e outro ali, mas tudo dentro de certos limites. Como já disse muitas vezes, eu só consigo emagrecer com a ajuda do desporto. Tenho feito natação duas vezes por semana e ontem fui à segunda aula de Pilates. Mais que isto é-me impossível, o meu pé está longe de melhorar e não posso mesmo fazer as minhas amadas caminhadas. Nem o passeio de quinze minutos com o meu cão tem sido possível, voltei a ter dores muito fortes. E eu adoro aquele passeio depois do jantar, de ver o idiota a correr e de assobiar quando vem um carro. Ele encosta-se logo ao muro e não se mexe! (coisa mai linda!)

Hoje pesei-me e claro, nada do peso descer. 73. Fico com aquela sensação de “tanto cuidado para não sair do sítio”. Eu sei que não é bem assim, que se eu estivesse a comer “normalmente” esta imobilidade já me teria feito ganhar uns quilos. Não engordei e ainda perdi mais dois centímetros de pneu. Intelectualmente, sei que isso é um bom sinal. Mas emocionalmente… sinto-me a trabalhar em ponto morto, percebem a sensação?
Terça-feira volto à médica, vou exigir novo raio-X, ecografias, tudo a que tiver direito. Isto já não está só a condicionar as caminhadas, ainda ontem não fui buscar o meu pão integral preferido porque a padaria fica a 500 metros e eu tive muito medo de não aguentar a volta. Na segunda-feira, só me faltou desatar a chorar no hipermercado, fazer umas compras tornou-se exercício pesado. Confesso que estou desanimada com o rumo que esta lesão está a tomar.

Mas deixemo-nos de queixumes que não levam a lado nenhum, certo?

No post anterior, acho que passei erradamente a ideia de que era contra produtos light e diet. Não é bem assim! Eu também compro muitas versões magras, tipo iogurtes, gelatinas, entre outras coisas. Eu estava a falar de palermices do estilo “profiteroles light”. Alguém acredita que seja possível fazer bons profiteroles que não engordem??? Prefiro comer um ou dois verdadeiros quando o rei faz anos do que entupir-me de sacarinas, conservantes, corantes e outras tretas. E as bolachas? Normalmente têm menos uns 10 a 15 % de calorias. Compensará? Não será melhor comer uma coisa boa de vez em quando do que imitações rascas que nunca nos deixam satisfeitas? Alguns chocolates diet sabem a sabão. Eu nunca comi sabão, mas aposto que é aquele o sabor!

Disseram-me que agora há “presunto light”. Nem quero ver tal aberração. Como raio pode o presunto ser light??? Deve ter cá um sabor do caraças… Assim como assim, guardo o meu desejo por presunto para a próxima visita a Trás-os-Montes!

Há coisas que só devemos consumir muito esporadicamente. Então que seja a “real thing”, ainda que metade da quantidade dos “velhos tempos”.

Nota para as meninas do Brasil: a fruta aqui não é assim tão cara! Só é cara a tropical porque é importada. Manga e papaia são caras, mas não são uma necessidade, certo? Excepção para as bananas: as importadas são baratíssimas, as nossas, da Ilha da Madeira, custam mais do dobro. São muito pequenas e super saborosas!
Temos imensas variedades de maçãs, peras, laranjas, morangos, uvas, figos… não há necessidade de gastar fortunas em fruta tropical que ainda por cima é colhida demasiado verde e nem tem um sabor por aí além. Os legumes também são acessíveis, os da época comprados no mercado estão ao alcance da maioria. Agora, se os comprarmos lavados, cortados e ensacados, o preço já é outro.
(Já agora: que interesse tem comer vegetais aos quais foram adicionados antioxidantes? É que se não se adicionasse, eles ficariam escuros no sítio onde foram cortados, certo?)

A aula de Pilates foi óptima, adoro a professora. Só não fiz umas flexões em que é suposto apoiarmo-nos nos dedos dos pés. Nem no pé, quanto mais nos dedos! Fiz todos os outros, trabalhámos muito os abomináveis, digo, abdominais!

Beijocas!


Ps – serei a única com o blogger lento? Não consegui comentar em alguns blogs, não reconhece a password :(

6 comentários:

Ana Maria disse...

Olá!
Também quero fazer pilates.

Entendo bem o que você diz sobre os diets, hoje mesmo comentei no meu blog que eu comprava um monte de ovos de Páscoa diet achando que não ia engordar... que ilusão!!!
Agora que aprendi a olhar as calorias, que me dei conta de que muitos diets têm mais gordura e calorias do que os produtos normais. Claro que tem coisas que ajudam como gelatina, pudins de caixinha, iogurtes, esses sim os light e diet valem a pena.
Não sou louca por frutas, já li que duas por dia está bom. Elas são saudáveis, mas em exagero podem engordar.
Dá sim pra ter uma alimentação saudável, sem gastar milhões de dólares.

Su disse...

Pois é, essa lesão está a começar a tornar-se chata, tens de ver se tratas disso com cuidado ou ainda arranjas aí um belo 31!

Quanto ao peso não te preocupes que logo logo ele baixa!

Olha e por falar em produtos light no outro dia cometi o erro de comprar queijo fresco magro... mas não era o magro normal com 5% ou 10% de gordura , ou lá o que é... Era magro com 0.1% de gordura e 52 Kcal cada 100g! Conclusão: consistência igual a clara de ovo cozido e 0% de sabor! HAHAHAH!

Foi uma bela esperteza a minha! Realmente devia ter comprado o queijo fresco do costume e em vez de comer 2 por dia, comia um de dois em dois dias! :p

Beijocas e as melhoras! ***

http://disciplinando-me.blogspot.com

Flávia disse...

Oi Pa,

Eu também só emagreço com a ajuda dos esportes. Aliás acho que a dobradinha esporte + alimentação é infalível! Nem um é mais importante do que o outro.
Sei bem os "conflitos mentais" que passamos quando o peso resolve estacionar. A primeira vontade é de começar com excessos...Mas o ser humano é tão louco, ou eu sou tão louca, que tem épocas que entro em guerra com a balança: quanto mais ela se recusa e descer mais eu fico determinada! Vai entender...
Você tem que descobrir qual é o problema desse pé, não é possível!
Será que não tem algum exercício de Pilates que possa te ajudar?
Vê isso...

Beijos
p.s Tu tens que tirar um foto do teu cão para nós vermos, please!

Betinha disse...

oie!
Fiquei curiosa pra conhecer seu cao! hi hi hi...

A maioria das coisas (tirando profiteroles e biscoitos... ehehe) eu prefiro comer light, mesmo que tenha mens gosto. Por exemplo, todo dia na minha salada coloco um "kiri" (polenguinho) 0%... economizo pontos e nao me privo totalmente. Minhas sobremesas tambem sao light, tipo creme de caramelo, de baunilha... economizando aqui e ali dah pra enganar bem... :o)

beijinho!!

disse...

Oi Papoila, andou derrapando no chocolate? Tão lindos e tão cruéis em estampar a verdade, hehehe. E eu também sou da opinião de que dependendo do produto, é melhor consumir menos quantidade dos normais mesmo, ainda que mais espaçadamente. Os doces light/diet no geral são horríveis. Nessa linha opto por produtos lights que tenham menos gorduras, ou até menos açúcar como os pães e laticínios. Mas a grande maioria - bolachas, snacks etc, não valem mesmo a pena. E quanto ao seu pé, realmente, acho que vc precisa investigar mais a fundo essa história. Já passou da hora de ter uma melhora espontânea. Espero que consiga um bom diagnóstico de forma a facilitar o tratamento. Até lá, melhor deixar as caminhadas, mas sem ficar se remoendo de não poder fazê-las pois não vai acelerar em nada o processo da cura. Bem, falei, falei ... mas de tudo isso vc já sabe. Bjs e melhoras, ok? Respondi hoje ao seu e-mail sobre o engano bloguístico, hehehe. Zá

Neblina Orrico disse...

Eu acho que vc tem toda razão sobre os produtos light, diet...também não me engano mais com biscoitos ou bolos "light". Tento controlar muito mais a quantidade do que como, sem deixar pra trás a qualidade. Se tenho vontade de comer um sorvete, que seja o melhor. Se quero um bolo, tem que estar muuito bem feito. E delicioso. Como menos, mas vale a pena. Gosto muito de vir ao seu blog, me divirto muitas vezes com as suas "visões" das coisas. Um abraço, Neblina.