Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Um pedido...

No ano passado fechei a minha loja linda e grande no Porto, a cidade que amo desde criança.
Lojas grandes e lindas têm custos de manutenção altíssimos e eu não estava a ter lucro para tanto. Passei então para uma loja mais pequena, numa cidade também mais pequena. A mudança de instalações custou uns milhares de euros e eu passei o Verão a recompor-me com muito esforço desse investimento. Esforço ao ponto de uma simples ida ao McDonalds poder abalar as contas da semana.
O pior era ter de fingir optimismo e boa disposição lá em casa para não preocupar os meus pais nem os deixar perceber o tamanho do meu problema.

Mas nunca me faltou nada em casa, uma vez que moro com os meus pais. E o que é que eu fazia? Trazia comida de casa. Não apenas a sopinha de legumes e o requeijão que trago agora, mas tudo o que me apetecia: Bolachas Maria, pão, quantidades doidas de arroz, massa, chocolates e tudo o que estivesse à mão. Comi, literalmente o meu desgosto, a minha frustração, os meus medos.

A época de Verão é cada vez mais difícil: as Primaveras deram em ser tardias, as colecções ficam à espera da chegada do calor. Soma-se a isso as promoções cada vez mais antecipadas: mercadoria que recebo em Março, é suposto já estar em promoção em Junho/ Julho e em saldo em Agosto. Os pequenos comerciantes não conseguem fazer face às marcas das grandes superfícies e têm mesmo de ceder e vender mais barato. Muitas vezes a preço de custo ou pouco mais que isso. E ainda dar um saquinho de papel que custa no mínimo 40 cêntimos! E pagar aluguer, condomínio, luz, taxa de Multibanco, impostos… o que sobra nestes meses? Nada. Se dá para pagar essas contas já uma sorte dos diabos.
Próximos lucros? Só lá para Setembro ou Outubro.

Mas a minha intenção não é aborrecer-vos com a minha situação financeira, até porque problemas todos temos e não me passa pela cabeça que o meu caso seja especial.
É antes um pedido de ajuda: se nos próximos meses me sentirem a fraquejar, a considerar a ideia de me poder sentir melhor depois de enfardar 3 pães com manteiga, por favor, não me passem a mão pelas costas.
Não me digam “tadinha, tás numa fase difícil, é normal estares sem cabeça para a dieta”.

Por favor, chamem-me à atenção, recordem-me o Verão passado, em que não tinha dinheiro para comprar roupa nova e não podia usar a que tinha porque estava enorme e nada me servia.
Estão autorizadas a usar até a brutalidade, se o caso for grave!

Sobretudo: recordem-me que se é mau não ter dinheiro, ser pobre e GORDA é muito pior!

Conto com vocês!

24 comentários:

Flávia disse...

Eita nóis...

Tu sabes que pode contar comigo para te dizer toda sorte de barbaridades certo? :)

Fica firme aí, como mesmo dissestes é uma fase e vai passar...se agarra nesse leme prá o barco não sair da rota por causa da turbulência!

Você vai conseguir Pá.
Tenho certeza.

Beijos

Tágide disse...

Podes contar comigo!
Và boquinha fechada. Que é para poderes usar a roupitcha que tens e não precisar comprar mais até a má fase passar.
Olha eu tb só uso sempre as mesmas calças de ganja pq as outras estão apertadas e como tou desempregada não dá para andar a comprar roupas ao sabor do apetite.
Beijufassssssss

Marisa disse...

Minha querida, pela minha parte é logo marretada no alto da pinha. rss Agora a sério, passei por uma situação com algumas semelhanças e sei bem como é perder um sonho, ter que fazer rewind e sentir a coisa a andar para trás, entrar no supermercado e umas simples febras desequilibrarem o orçamento (vivia sozinha), etc. Enfim, fase do arco da velha e fiz a mesmíssima coisa: desleixei-me, deixei-me engordar e não quis saber. Para azar, as porcarias que comia (pão, massa e leite) eram exactamente aquelas que me estavam a deixar cada vez mais doente e a ajudar grandemente à engorda (desconhecia as intolerâncias), etc. Ao princípio, ainda caminhava para compensar. Depois desinteressei-me por tudo. Aquilo que aprendi foi isso mesmo: se tudo o que estava acontecer era muito mau,não ter roupa para vestir, sentir-me um balofão e destruir a minha auto-estima foi´muito pior. A última parte deixou marcas mais difíceis de digerir. Por isso, conta com compreensão sim, com condescendência não.

Por tudo aquilo que tens mostrado aqui e por toda a frontalidade e garra com que tens encarado o emagrecimento, não tenho dúvidas de que as coisas estão muito claras para ti e vais dar a volta por cima, sem o garfo na mão. ;)

Beijinhos e o que precisares conta comigo. Bem sei que não nos conhecemos de lado algum, mas até com os blogues os afectos vão surgindo. ;) E tb podes sempre adicionar o MSN se quiseres. O mail está no meu blogue.

Vick disse...

querida, Acabei de chegar ao Brasil e reativei meu bloguinho. Senti muita falta de blogar e como quero aproveitar o tempo que estrei no BR para curtir mais minha familia e ajudar minha irma que sofre de obesidade, resolvi reativar e dividir toda a juda que irei prestar a ela e sinto que ela ira conseguir. Ela so nao gostou da ideia de fazer um bloguinho so dela, eu achava que iria ajudar muito. Mas independentemente disso, eu vou fazer a minha parte e vou dividir com vcs!!! Bjs amiga, te espero no meu cantinho! Vick

Crista disse...

daremos conta do recado Papoila!!!!!!

Bons negócios!!!

Beijos e obrigada pelo comentário lá no meu blog.

Crazy Cat Lady disse...

não te preocupes, eu não sou muito de paninhos quentes, prepara-te!

quanto ao meu tema, o meu problema não é bem esse:
- tenho melhor decote na roupa sem soutien do que com os meus
- a maioria dos 34 qq coisa digamos que poderia esticar o cós confortavelmente até ao outro lado da rua (a experimentá-los na loja)
- 32 copa b, depende muito da marca, alguns estão confortáveis nas costas mas depois o aro fica em sitios chatos, até pode ficar mais engraçadinho à frente, mas eu não sou adepta do look "gordura que não existia antes debaixo dos braços" -para além de doer um bocado. mas se queres que te diga, tb há um numero surpreendente que o cós poderia ser esticado confortavelmente a meio metro
mais alguma sugestão? (vou-te fazer abrir um consultório de lingerie ainda, lol)

Just me!! disse...

Olá papoila....
Pois mto bem, podes contar com mais uma para a "porrada" se fôr caso disso (lol)...mas acredito k não te vais "desviar"
Isto é assim, se a vida de pequena empresária é uma lástima (conheço vários casos), acredita k a vida de assalariada não é mais simples, se a isso lhe juntares uma casa própria para pagar + uma filhota pre-adolescente a gastar....vais entender perfeitamente o k eu digo...sei k sabes k não és a unica k neste momento encontra dificuldades neste país á beira mar plantado...mas tudo isto apenas para te mostrar k em cenários até distantes do teu...o happy end não está efectivamente num horizonte próximo!!
Agora uma coisa é certa....de k nos vale a amargura pelo mau momento k infelizmente kuase todos atravessamos?? 1º a tristeza não nos vais pagar as dívidas e depois minha amiga, é melhor encarar a coisa com algum positivismo senão não há forças para o amanhã....
Outra coisa onde concordo contigo, é mais bonito carpir as mágoas magra, k ser uma tesa gorda....por isso bora lá salvar o k depende de ti...
Kto a roupitas, sou mto vaidosa confesso, sou gaja a 100% e gaja k se preza é vaidosa, mas...há sempre um mas....como diz o meu marido, sou a rainha das pexinxas (lol)...não ligo excessivamente a marcas (não ker dizer k não tenha algumas coisitas, mas não é prioridade no meu guarda roupa)...e ao ter uma imagem melhorzita, não há trapo k não assente...como eu costumo dizer, não é a roupa k me faz a mim, sou eu k a faço a ela...
Qdo precisares de dar uns gritos...tás a vontade!!
bj

Ana Bastos disse...

olá!!!
estaremos de olho em ti!
mas tu com certeza não vais atacar a comida, mas se for o caso já sabes.
Espero que corra tudo bem, e que esse negócio ande para a frente com sucesso!

boooooooom fdsemana!
bjinhu

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

é engaçado.... (ou não) mas noto também que a atravessar um mau momento financeiro, acabo or comer mais e PIOR! Porque tenho na consciência que não me posso dar ao luxo de desperdiçar comida, de deitar fora sobras, por exemplo, eu posso já ter jantado, mas se a minha filha deixa uns restos de batatas fritas e carne, eu devoro, quase inconscientemente com a preocupação "e se deixar de haver dinheiro para comida?"; Funciono como um aspirador (de comida). Como tudo o que me aparece à frente com medoe por reflexo das dificuldades que já passo e com medo de vir a passar mais!

Conclusão: Sem dinheiro e cada vez mais gorda: como PIOR!!!

Eu sei, há que ter juízo mas entre o racional e o instinto há uma barreira ténue que facilmente se quebra, e ninguém é de ferro.

Estou também a tentar emagrecer, mas sem dinheiro, a coisa fica mais difícil. Talvez quando me tornar num sem-abrigo, e passe fome mesmo, aí talvez emegreça...

Um beijinho e cuida de ti

Ana Pereira

Vania disse...

Adorei a postura: pode conta comigo! Sabe que quando comecei a visitar blogs acabava "consolando" as moçoilas que jacavam... dizia "esquece o que passou e segue adiante"...

Mas concluí que não é assim não: tem que lembrar sim, lembrar sempre, porque esquecer é fácil, difícil é aprender com os erros e não esquecer dos objetivos.

Se é para ser firme: tenha certeza, vou te colocar na lista dos "não passe a mão na cabeça porque quero mesmo ser magra e linda para sempre".

Bjs

Estela disse...

Aiiiiiii...depois de nos dares autorização, podes crer que vamos usar e abusar de nomes feios e ofensivos...pôr-te a chorar, se for preciso...o que for preciso para que acordes!!

Mas, o ano passado foi o ano passada...já passou e não tem porque repetir-se...

E, não te esqueças...o objectivo são as vertebras!!!

Beijinhos!

Gô! disse...

hummmmmmm

Ontem eu vi no READER seu "pedido" cheguei em casa para ler com calma e a net tava morta. Vim ver hoje.

Mas!!!

Sua gorda! Para de molerar e vai trabalhar sua bobalhona!

Tá fazendo o que aí parada, pensando que tem tempo e dinheiro para comer 3 (TRESSSSSSSSSSSSSSS) paes e ainda por cima com manteiga!!?!?!?!?!?!!?!?

Vê se cresce e para de ficar pensando bobagens. Sua lontra! (é lontra? ou é lorpa? Ou é o que???)

}=(

E aí??? Fui bem má!?

Lembrando que no Brasil, falar mais pequena é horrível HUAHAUHAUHA É tão estranho poder falar assim aí na "terrinha" heheeheh

E sobre crises, agora sério, "No, woman no cry"

" NOOOOOooOoOoOOoOOOOO
WOMAAANNNN NO CRYYYYYYYYY"
(essa sou eu cantando para você, a célebre música, do célebre cantor e poeta =D heheheehehe

Olha, vamos juntas prum buteco beber até cair! Mais beber água, e de torneira, porque beber cerveja é caro e engorda...

E eu sei BEM o que é isso de não comer no MAC (no meu caso era similares) porque o $$ não dá.

QUando eu morava perto da faculdade, e vivia de bolsa de estagiária, era um aperto assim também.

Mas, calma. Tente racionalizar. É o que funciona pra mim quando estou a beira de um ataque de nervos.

http://www.youtube.com/watch?v=hg2n039txnk

E se não gostou da minha voz nessa cantoria. Eu deixo o link do original =D

E não esqueça, a luta continua!

Milhões de beijos =D

<3

Gô! disse...

"dar um migué" é uma expressão popular. Fiquei pensando e naõ sei como explicar. Digamos que é algo como deixar quieto, não mexer mais.

Algo como não contar que o troco está errado. Você dá um migué no troco.

Mas naõ sei se é uma tradução boa.

Mallocar, é o verbo do comando em linguagem C malloc que pega uma porção de memória e atribui a uma variável...

Digamos que há uns 300 mallocs no meu programa. E o erro pode estar em qualquer um deles

=(

A merda é algo internacional! Transatlantico!


=D

Gô! disse...

troco é o dinheiro que se recebe de volta quando, por exemplo, a conta era de 12,50 e você pagou com 20

Ai meu santo! Isso de ter que reler e ver todas as definições, expressões e explicar tudo é derivação do meu trabalho do mestrado =(


Aiaiaiaiaai

Vai ver troco é troco aí também hehehe

Crista disse...

Oi Papoila,
Obrigada pela dica do pilates. Eu até tenho um DVD para ajudar a fazer em casa ... mas acho que estou um bocado viciada na adrenalina e acho o Pilates meio "paradão". Seja como fôr já fui buscar o dvd à gaveta para aqueles dias em que estiver mais cansada.
Beijos grandes e bom fim de semana.

Rosi disse...

Ih, Papoila, tu estás enrolada. Parece q convocou um exército! rs Tá todo mundo disposto a t botar nos eixos. Inclusive eu eheh
Eu tbm sou contra esse negócio de passar a mão na cabeça. Mas não precisa partir pra violência, né?

Papoila, antes de nos aborrecer com os seus assuntos vc me deixou foi curiosa de como funciona o comércio europeu. Também fiquei curiosa em saber: HOJE, vc voltaria a fazer o q fez (sair de um lugar bom pra uma cidadezinha menor?) Não sei mas tive a impressão q essa não foi uma boa decisão.
E acho q ´por conta disso vc tem q ser + criativa e seletiva no seu comércio, né?

Ah,e vc quase acertou: armei minha cama na copa. Não é na cozinha, mas é vizinho... rs
bjs

Gostosura disse...

menina... que coisa...
quem não passou por apertos??? aqui também a coisa ´não é nada fa´cil
precisamos fazer escolhas, manter a calma, engolir o choro (que já não sei se engorda ou não) e ir em frente.
FAzendo cara de quem tem a situação sob controle.
conta comigo

Marisa disse...

A minha saga com as calças não é muito diferente...acrescentas "só" uns foles ridículos à frente..rss
Recuperar as formas só com muito trabalhinho...nunca tive ilusões a esse nível, tenho mesmo que treinar para mais tarde me exercitar a sério. Ando uma parva molengona que não se dedica a sério, é o que é. Enquanto não o fizer nem tenho muito do que me queixar, cada um colhe o que planta.

O link: quando vais ao "adicionar em elemento de página" e carregas para adicionar em "imagem", aparece a caixa para carregares a dita imagem e está lá o campo para preencheres com o link, título, etc. É só copiares o link para lá. ;)

Não recebi o pedido para adicionar o contacto.

Beijinhos

Liz emagrecendo disse...

Olá linda!
Desculpem estar postando o mesmo comentário pra todas, mas é por uma boa causa...
Estou passando aqui no seu bloguinho para te convidar a conhecer uma campanha relançada, com novo nome e nova administração na blogosfera... A campanha "Solidariedade faz bem e emagrece"
Se quiser dar uma passadinha lá fique a vontade aqui está o endereço
http://madrinhario.blogspot.com
Beijos, Liz

Muffin de Chocolate disse...

Olá magricela!

Sabes bem o nojo que me metes com esses 69 kg, não sabes?

Ainda por cima a usar camisolas largas para esconder banhas que na realidade já não estão lá...

Enfim...enojas-me!

Aahhaha!

Agora a sério gaja, estás muito bem e cada vez melhor. Nada de desanimar.

Caso isso aconteça, estarei aqui prontinha para te dar cabo da cabeça!

Obrigada pela tua força. Foi também graças a ti que voltei.

Um grande beijo

Sandra

Muffin de Chocolate disse...

Enganei-me...não foi também graças a ti. Foi MUITO graças a ti que eu voltei.

Obrigada. MUITO obrigada por tudo.

Sandra

P.S. Se me sair o euromilhões, abro-te uma loja na baixa, até te compro a Pérola do Bolhão, se assim o desejares!

Patusca disse...

No que puder, podes contar com a minha ajuda! Tens razão: as dificuldades por que passamos não podem servir de desculpa para descontarmos na comida.

Força!

Beijocas

Luna Leve disse...

Epâ, epâ, epâ!!!!!!!!!!!!

Eu sou boa a 'dar na cabeça' quando é preciso! Conta comigo!!

Su disse...

Linda, o Verão passado já lá vai e tu és uma rapariga muito forte e que já atingiu muito.

Achas que comer e voltar ao tamanho que tinhas vai resolver algum problema? Vai acabar com os problemas financeiros?

Não, né? Então podes contar aqui com a malta para te chagar a cabeça sempre que fores afogar as mágoas na comida!

Beijocas ***

http://disciplinando-me.blogspot.com