Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Do cansaço



Hoje não fui caminhar, não me consegui levantar, tamanha a angústia. Fiquei ali quieta, a ignorar o dia, como se ficar na cama impedisse o dia de continuar, as coisas de acontecerem, os problemas de se amontoarem.

Já eram 8h quando finalmente me obriguei a pôr os pés fora da cama, a preparar o almoço e lanches, a tomar banho, a lavar os dentes.

Ontem o meu pc deu sinal de ter problemas com a ventoinha, desliguei-o logo antes que queimasse a fonte de alimentação ou algo do género. Usei este pc, cuja internet é à velocidade de uma tartaruga lesionada. Não consegui visitar quase ninguém, não consegui comentar, não consegui fazer parte do meu trabalho, já q este pc é de um ponto de venda e nem tem o word ou o excel.

Estou cansada, muito cansada de tanto problema financeiro, de ver a vida a andar para trás aos 37 anos. Tenho compromissos e contratos que preciso honrar até Dezembro deste ano. A seguir? talvez feche a loja e procure outro sonho.

Quase desatei a chorar à conta da ventoinha. Eu sei que nem é uma peça cara... mas não a sei escolher nem instalar. E um técnico tem de ser pago... e a renda, o condomínio, as comunicações, a electricidade, os impostos, a segurança social... Eu tinha tudo mais ao menos controlado desde que não surgissem imprevistos. Claro que já surgiram.. e alguns bem dispendiosos. E agora a ventoinha do único pc onde tenho acesso à internet? Além de tesa, ainda tenho que ficar isolada?

O meu pai faz 70 anos sexta-feira e nem tenho dinheiro para lhe dar uma prenda decente. Ah.. já sei que o que conta é a intenção e tretas afins... mas não é! Eu gosto de dar prendas bonitas, que tenham a ver com a pessoa, com os seus gostos e não coisinhas limitadas pelo meu orçamento. Tenho saudades de ter dinheiro para fazer férias a valer e poder levar a minha irmã a reboque e pagar-lhe tudo. Saudades de oferecer carteiras lindas e jóias à minha mãe. De sair de casa sem saber onde ia dormir... de estar com a neura e ir desanuviar para a Serra da Estrela, no meio da neve... de comprar um livro sem olhar sequer para o preço.

Admito: odeio viver assim limitada. E odeio ainda mais o meu pc por me ter pregado esta partida, logo este mês. Sei lá, de qualquer modo vou tentar arranjar uma ligação à internet mais económica, esta já está a sair das minhas possibilidades.
Perdoem-me o desabafo. Mas estou tão cansada de fazer boa cara na loja e chegar a casa e ter de continuar a fingir que nada se passa para não preocupar ainda mais os meus pais.

Estou cansada, muito cansada. Volto logo que possa.

9 comentários:

Su disse...

Epah parece que há alturas em que tudo corre mal... Espero que a situação se conserte em breve, vais ver que a seguir à tempestade vem sempre a bonança.

Um beijinho de ânimo ***

Maria disse...

Logo logo a seguir ao mau tempo... o dia sorri!... sorri-lhe também! p.f.!
e pensa que a vida aos 37 anos... apenas começou! aproveita-a, agarra-a com MUITAAAAA FORÇA ainda que hoje te sintas cansada!

Sorri... para que a vida te devolva esse sorriso...
e desabafa... chora, se for preciso, para logo a seguir
sorrir!
beijo grande e PARABÉNS pela coragem das tuas palavras(=sentimentos)
Maria.
Lisboa

Maria disse...

Logo logo a seguir ao mau tempo... o dia sorri!... sorri-lhe também! p.f.!
e pensa que a vida aos 37 anos... apenas começou! aproveita-a, agarra-a com MUITAAAAA FORÇA ainda que hoje te sintas cansada!

Sorri... para que a vida te devolva esse sorriso...
e desabafa... chora, se for preciso, para logo a seguir
sorrir!
beijo grande e PARABÉNS pela coragem das tuas palavras(=sentimentos)
Maria.
Lisboa

Amendoinha disse...

Oi, linda!
Não sei que te diga a não ser que estou aqui para animar-te no que, eventualmente, este comentário possa contribuir para isso.
Há alturas da vida e que, de facto, ficamos com vontade de as riscar do calendário, mas essas alturas, embora custem muito a passar e soframos muito com elas, são alturas em que aprendemos muito com a vida, aprendemos a distinguir os amigos dos que o não são, aprendemos a ser fortes, torna-mo-nos mais criativos porque por vezes descobrimos soluções inimagináveis, reforçamos os laços de amor e de amizade que já criámos na nossa vida.
Não sei se é boa ideia não partilhares as tuas angústias com quem amas, com a tua família, afinal ela sempre te apoiou, ou não? E antes que a tua cuca piore e fiques mais desanimada ainda, mais vale procurares a solidariedade e o carinho de quem te ama, não achas?
Percebo que queiras proteger os teus pais de preocupações, mas tb deves pensar em ti, não? Tu não estás a precisar do seu carinho e de um ombro amigo agora? Então força, reforça os laços de amor que já existem na tua vida!
Lamento não poder ajudar mais, mas espero que essa tempestade passe depressa e, bem cedo surja o Sol e a bonança para os teus lados.
Um beijo amigo.

Taty Carioka® disse...

Ah,não fica triste não!
Nem sempre dá para presentear nossos entes queridos.
Por isso dou presentes para Biju o ano inteiro.
Não se apegue na sua idade.
Se for para vc mudar de olanos profissionais...vc muda e recomece tudinho.
Sempre que fico triste assim...penso que o Roberto Marinho (dono das Organizações Globo ) começou tudo aos 60 anos.
Nem tudo está perdido.

Sobre as Olimpíadas...
Tem atletas brasileiros vacilando...quando chega na hora H
Não acontece nada...affe!
A menina do salto em distância ontem,hein...refugou que nem os cavalinhos no hipismo.
Espero que Portugal tenha mais sorte.

Dias melhores virão!
Beijaum

Crista disse...

Oi Papoila,

Espero que estejas mais animadita. Isto está péssimo para todos.
Não tens nenhum amigo engenhocas que te ajude com o PC???

Respira fundo ... pensa nas coisas boas que já conquistaste e lembra-te que o dinheiro não é tudo. Eu bem sei a falta que faz, mas por vezes valorizamos demais o gajo!!!


Ligo-te amanhã!!!!!!!!!!!!!!!

Um super abraço e não te esqueças depois da tempestade vem a bonança!!!

Marisa disse...

Só me consegui lembrar de mim assim, tempos atrás, com a sensação de ter perdido tudo, de ter que recomeçar e parecer-me tarde, de não sentir forças para o fazer e , pior, de não saber como nem o que o futuro me podia reservar. Custa tanto, tanto bem sei. E não duvido que quanto maior a idade mais difícil é digerir a situação. Gostava tanto de ter aqui as palavrinhas certas, algo que te pudesse confortar ou motivar para o futuro. Mas não tenho...não as sei dizer. Deixo-te um grande beijinho e o desejo de coração de que as coisas comecem a melhorar e que encontres as forças de que precisas dentro de ti para dar a volta por cima. Se quiseres conversar um pouquinho sabes que podes contar comigo, não sabes? Hum...bem sei que não sou lá muito assídua no msn ..rs Mas o mail 'tá lá..é só dares um allô. ;)

Quanto à ventoinha talvez possa ajudar. Eu não percebo nada de Pc's , mas o gajo percebe. Provavelmente consegue dar-te as dicas por telefone para instalares a ventoinha (também era assim que resolvia os erros do Pc nos tempos de faculdade, ao telefone com o pai que é da área de informática e tinha uma pachorra de Jó com a minha santa ignorância rs). Lá em casa há N peças de que não precisamos. Se houver por lá alguma ventoinha (tenho que perguntar ao gajo) e compatível, tenho muito gosto em enviar-te. ;) Isto por aqui está meio atribulado, mas passo no msn às 15h a ver se te encontro e acertamos isso. Se não tiveres msn nesse PC envia-me um mail com o nº que eu ligo-te para me explicares qual o pc, etc.

Ah! E se o blogue não servir também para deitarmos uns monstritos cá para fora, serve para quê? ;)

Beijocas

Violeta disse...

Finalmente acabei!!! estive até ás 5h da manhã a ler as "aventuras da papoila"
Diverti-me à brava. Escreves de uma forma mesmo cativante, devo dizer-te.

Mas por favor, por favor, não te vás a baixo. Já se sabe que Portugal está uma merda em dinheiros, mas há que dar a volta por cima e espetar uma valente bofetada aos problemas

Flávia disse...

That's what friends are for!

:)