Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Pesar-se diariamente


Eu peso-me diariamente.
Escolhi um dia da semana (sábado) para pesagens oficiais e considero as outras pesagens como referências. Referências de quê? Da água ingerida, de novos alimentos, de excesso de outros, do funcionamento dos intestinos, do exercício físico… essas coisas.

Não há aqui paranóia minha, não caio pró lado de horror cada vez que a balança me “devolve” peso. Faço é um esforço para perceber se é uma variação normal (ciclo hormonal, por exemplo), retenção de líquido (sinal de pouca água ingerida, geralmente acompanhada por dores na barriga da perna…), intestinos preguiçosos (verificar a fibra ingerida…) ou se pura e simplesmente me baldei e comi alimentos ricos em gordura, açúcar ou sal, todos eles engordativos e causadores de inchaço, má digestão e retenção de líquidos. Também já percebi que quando durmo menos horas acordo mais pesada do que no dia anterior, sem que isso signifique asneira na dieta.

Antigamente, fugia de balanças. Sempre que notava a roupa mais apertada, tomava acções drásticas (leia-se dieta rigorosa e desequilibrada). NÃO ME PESAVA. Aliás, deixava para depois, tipo “vou ter cuidado uns dias, perder isto e depois peso-me, este peso não é real”. Ohhhh, simmmmmm…..

Tinha até a desculpa perfeita: “não tenho balança em casa”. Farmácias? Ah, mas aí tinha que me pesar vestida e calçada, logo esse peso também não contava. Gorda decidida a ignorar uma balança é de uma capacidade inventiva impressionante. Quanta imaginação!

Não sei até que ponto pesar-se diariamente pode ser positivo para alguém que esteja a iniciar uma dieta, eu não o fiz porque tinha uma analógica, incapaz de mostrar diferenças menores que 500 gramas.
Mas para quem está já consciente que perder peso não é um percurso linear, aceitar que há perdas e ganhos de peso durante o processo, aí sim, creio que pode ser uma mais valia.

De qualquer modo, enfrentar o nosso peso real e não uma “estimativa”, feita a partir da roupa que vestimos, é essencial. É desagradável? Muuuiittttoooo. Ver “preto no branco” um número bem redondo, perceber que estamos a mandar para o lixo o bom aspecto, a saúde… acima de tudo, sentimo-nos burras. Eu senti-me uma perfeita idiota quando compreendi a extensão desastrosa do meu “deixa andar”. Do meu “logo que a vida estabilize, penso melhor nisso”. Do “tanto problema sério para resolver, isto fica para depois, para quando tiver cabeça para pensar nisso”.

Alto lá… só temos um corpo! Sem um corpo em boas condições, como poderemos enfrentar desafios?
Um exemplo prático? Se eu não tivesse agilidade e rapidez de movimentos para saltar da bicicleta durante as minhas tentativas, quantas vezes já teria ido ao chão? Se eu pesasse 100 quilos e não fizesse exercício, poderia encarar aprender a andar de bicicleta com tão tanta certeza de não me magoar?

Agora que o Verão está a acabar (se bem que cá em cima, a bem dizer, nem chegou a começar…. Não tenho memória de verão mais ranhoso que este…), algumas meninas vão desaparecer porque não cumpriram o objectivo de emagrecer e ficar linda e fabulosa até ao verão. Outras, assustadas com as fotos de verão irão iniciar ou reactivar blogs com a esperança de chegar ao Ano Novo com um corpo magro e lindo, daqueles que ficam bem em vestidinhos. Estou aqui há um ano e já deu para perceber esse padrão…


Mas o nosso corpo, o nosso bem-estar, a nossa saúde não pode ser cíclica.

Então… vamos lá a recomeçar a planear, a corrigir os erros que minam os nossos esforços!

E vocês? Como é a vossa relação com a balança?

ps - a balança já acusa 68.4, mas só actualizarei a régua sábado. Se é assim para as subidas, também tem de ser assim para as descidas. Tem que haver coerência, carago!

13 comentários:

Flávia disse...

Papoila,

Eu me peso diariamente como tu sabes. É assim desde que comecei a emagrecer, aliás assim que decidi emagrecer imediatamente comprei uma balança digital!
Tenho sorte de não ter muitas oscilações de peso. Quando menstruo ele trava, nem sobe nem desce. Se durmo pouco ele aumenta. Afora isso, só se cometer disparates na alimentação.

Deu certo comigo, mas acho que não é prá todo mundo que funciona.

Eu, como tu, quando estava obesa, fugia mesmo da balança! Hoje em dia quando entro numa farmácia eventualmente me peso, só prá ter certeza que minha balança está regulada.

Beijooos

p.s obrigada pelo apoio, sei que posso contar contigo e é muito bom saber disso. Te adoro!

disse...

Papinha, Querida! Esse post bem poderia ter sido escrito por mim, já que penso e procedo da mesmíssima forma! Ponto prá nós que somos maduras o suficiente para encarar a balança como uma referência e não como uma algoz.

Estou sumidinha do MSN pq estou com dois dos "bebês" doentinhos em casa. O Thi, meu lindo, loiro e magro, com uma virose e a Pippa que certamente comeu algo estragado num dos lixos da vizinhança, hehehe. Fora a roupa ... a casa ... a faxineira que náo começou, etc, etc, etc! Bem, é isso. Por enquanto bjs carinhosos. Logo nos falamos. Zá.

Marisa disse...

Eu tenho a mania de me pesar todos os dias e faço-o desde o dia em que decidi emagrecer. Antes fugia a 7 pés, claro. A razão da pesagem diária é basicamente psicológica, ajuda a manter-me focada, centrada no objectivo. Não me pesei os últimos tempos fora e acho que me fez muita falta. Com o tempo acabei por perceber que tem outras utilidades também. Ajudou-me a perceber como o meu organismo funciona e em que alturas o meu peso flutua. É habitual, por ex, descer 1 kg ou parecido em 1 ou 2 dias, mas depois sobe umas gramas e anda a flutuar uns tempos até descer de vez. Ver isso é porreiro porque chegando à altura de registar posso estar com o mesmo peso da semana anterior, mas se sei que andei a semana a flutuar em valores abaixo e fiz tudo certinho sei que estou a emagrecer e que em breve a balança me dá o valor abaixo. Também sei que após uma noite em que durmo pouco peso mais, se como lacticínios ou trigo peso mais (etc) e, de maneira geral, já sei bem quando é que devo valorizar ou não a subida na balança. Resumindo: para mim é positivo e ajuda-me a perceber melhor a forma como o meu organismo reage. É um hábito que espero incorporar para a vida.

Parabéns pela descida! Lá estão o raio dos setenta a ficar para trás! :))))

Beijocas

Branquinha disse...

Olá Bolota!Bem, a minha relaçao com a balança é amor e ódio,como podes imaginar. Tento nao me pesar diariamente, pk deixa-me mt mt ansiosa e ás vezes basta nao ir à wc , pr o peso aumentar e ficar mal! Agr so me peso ás Sextas mas confesso que ás vezes dou uma espreitadela, hehe ******

http://rumo-ao-bem-estar.blogspot.com/

Juh disse...

ola querida!!!
pois eu sou daopiniao da branquinha porque foi um conselho da minha médica!!porque a ansiedade tem varios factores negativos em nos e um deles pode ser prisão do ventre ou outras coisas que nos podem alterar o nosso funcionamento habitual e isso verifica-se na balança!!!
Mas concordo com tudo o que disses-te no teu post tens toda a
razao e não devemos pensar só no nosso corpo como factor de beleza e de ficar bem mas também em termos de saude!!!e muita gente me diz À nao precisas de emagrecer tas bem assim, pois mas as pessoas esquecem-se dos problemas graves de saude que o peso tras ao nosso corpo e eu tenho um bem grave que pode vir a agravar de ano para ano se não for tratado já por mim a perder o excesso de peso que tenho!!!pk deste modo as minhas articulações não vao aguentar o meu peso durante muitos anos e ai os problemas virao!!!
a nossa saude em primeiro lugar!!!

beijinhos

Juh

Su disse...

Eu fazia isso há uns tempos atrás.... Ao início nao era paranoia, era controlo, mas depois tornou-se mau.. Pesava-me várias vezes ao dia!

Então decidi que não vale a pena nem fugir da balança, nem pesar a toda a hora... Agora tenho uma pesagem semanal e espreito a meio da semana para ver se as coisas estão bem encaminhadas...

O meu termómetro? É o cinto das calças e a alimentação... A verdade é que nós sabemos e sentimos quando estamos mais gordas e mais magras, simplesmente não queremos admiti-lo ;)

Beijocas ***

http://disciplinando-me.blogspot.com

CC disse...

Oi Papoila

Eu tb me pesava TODOS os dias mas o meu médico diz que isso só traz ansiedade e mais nada... por ele eu só me pesava nas consultas dele de 3 em 3 meses :s

Mas acho msm que provoca ansiedade, pois o peso varia mto de dia para dia...

O meu conselho é pesares-te pelo menos só 1 vez por semana...

Eu estive ausente por motivos de doença não sei se já leste, mas estou de volta na luta! Força!

Beijo Light
CC

estelinha disse...

Oi, Papi!
Tenho uma balança digital e logo que a comprei me pesava de manhã e de noite. Agora ela já anda meio esquecida, mas me peso oficialmente nos sábados de manhã, no centro da cidade, numa daquelas balanças que medem pressão.No meu caso, deixar de aferir peso é sinônimo de desastre: num instante estou com 2, 3 kg a +.
Tenha uma ótima quarta-feira.
Beijão!

Luna Leve disse...

Olá!

É uma relação de amor/ódio.

Basicamente é isso.

PS: Continuo a adorar ler-te e vou fazer a sopita! Bjokas de uma moura

Amendoinha disse...

Viva!
Não consigo descrever com exactidão a minha relação com a balabnça... é uma relação de amizade e de fidelidade, pois ela me dá a verdade nua e crua, sempre que subo para ela e requeiro os seus préstimos... curiosamente diz sempre a verdade, embora não me explique essa verdade e me obrigue a pensar o porquê daqueles valores. É como tu dizes: faltou água, exercício, má alimentação, excesso de gordura, de hidratos de carbono, isso sou eu que depois escrevo no meu relatório mental e reajusto a minha vida de acordo com esse relatório, de forma a corrigir o que esteve errado.
Quanto à frequência da pesagem... verdade seja dita que eu gostaria de me pesar todos os dias, mas às vezes, a pressa ou o atraso para o trabalho da manhã leva-me a vestir-me logo depois do banho e a tomar o peq. almoço e a esquecer-me de me pesar.
Para mim só contam as pesagens matinais, depois de fazer o xixi da manhã e depois de tomar banho mas sempre antes de ingerir qualquer tipo de comida ou bebida.

Beijokas

Neblina Orrico disse...

Papoila querida, eu achava que era doida de querer me pesar todo dia, mas pelos comentários e pelo seu post tô vendo que não...mas, sou meio neurótica, logicamente gosto quando a balança marca menos e detesto quanto os dígitos são pra mais...gostei mesmo foi dos referenciais que vc usa...menos sono, comidas mais hard...bom, o melhor mesmo é que já está bem perto dos 68kg!!! Beijos, Neblis.

Vania disse...

Isso me causou certa estranheza, sim, porque no resto te acho muito madura.

Vou ser sincera: se pesar todos os dias não é bom, vc viciou nisso sim porque está montando uma justificativa muito convincente... típica de alguém que defende uma compulsão!

Eu acho, sinceramente, que vc deveria se pesar só uma vez por semana, que já não é pouco, e aprender a confiar mais no seu corpo, nas suas escolhas.

Mas tudo bem: não fique brava comigo!

Gosto muito de vc, compulsiva por balança ou não!

beijos

Estela disse...

Olá!

Revejo-me em cada palavra, em cada ponto, em cada virgula, em cada frase deste post... mais palavras para quê?

Beijinhos!!!