Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

The show must go on



Pronto. Acabou-se a cena à la Dama das Camélias. Hoje já acordei bem, pronta para enfrentar tudo. Quer dizer... não lá muito pronta, mas assim mais... arranjadinha!


Queria agradecer à pelo mail, à Flávia e à por terem aturado o meu humor depressivo no msn, e às ninas que comentaram o meu último post, foi muito importante sentir tanto carinho desse lado.



But enough is enough e eu não tenho lá grande jeito para alma torturada nem para fazer concorrência às correntes góticas. No fundo, no fundo, não passo duma parola que gosta de sol e riso. Como costumo dizer a um grande amigo "não tenho densidade psicológica para dramas".
A sério, cansam-me.



Isto não quer dizer que não bata no fundo do poço muitas vezes. Isso é que era bom! Bato e não é raro. Mas lá está: não tenho paciência para me aturar, quanto mais esperar que os outros a tenham comigo.



E tudo isto começou com um hamburguer, acreditem ou não!


No sábado fui para o Porto passear com uma grande velha amiga que vive na Madeira. (conhecemo-nos há 30 anos, mais mês, menos mês). Acabámos por almoçar no Mac com os meus amigos que vivem em Lisboa, mas estavam cá em cima. Muita conversa, muito riso, muito boa disposição. Então, o que é que correu mal?
Nada. Simplesmente, dei conta da falta que estas pessoas me fazem no dia a dia. Senti falta de uma outra amiga que vive na África do Sul. De repente, percebi o quanto a minha vida social - e emocional - foi alterada nos últimos dois anos. As pessoas mais chegadas, aquelas com quem mais me identifico, seguiram rumos profissionais e pessoais bem longe. A mais perto está a 370 kms!
Não que eu não tenha outras pessoas com quem tomar um café, ver montras, essas coisas. Ter, tenho. Mas não é o mesmo. Falta-me aquele olhar rápido de partilha de uma piada, por exemplo. Não precisar explicar gostos, paranóias, manias. Podermos gozar com as "misérias" umas das outras, essas coisas.

Na segunda-feira, já estava tristonha e a ventoinha foi o golpe final. Analisando friamente, nada na minha situação financeira e profissional se alterou durante o fim-de-semana. E e ventoinha nem sequer é uma peça cara, desde que seja a do processador. Aliás, se for mesmo a do processador, sou até gaja para a trocar!
Mas ontem acordei armada em Calimero! É claro que continuo a ter problemas graves para resolver, decisões complicadas a tomar. Mas ficar na cama de manhã em vez de ir caminhar não me fará bem nenhum. (sem falar que a celulite adoraaaa dorminhocas depressivas!).
Assim sendo, tomei algumas decisões:
  1. Abrir o pc logo que encontre a minha pastinha das ferramentas. Pelo ar atrapalhado dele, suspeito que o esfafermo do meu pai a tenha usado e não faça a mínima ideia do seu paradeiro. Ele sabe que está proíbido de brincar com as minhas ferramentas!
  2. Cancelar algumas encomendas feitas.
  3. Tentar negociar mensalidade do terminal de MB. (bom... resultou com a internet/telefone! saquei um desconto de 22.50 € ontem)
  4. Reorganizar a minha rede pessoal, se possível, conhecer novas pessoas, alargar os horizontes.
  5. Aprender a andar de bicicleta! Não tenho tido tempo para treinar, mas tenho de o fazer antes do Inverno.
  6. Fazer a vontade à minha mãe e lavar o carro.

E por agora é tudo! Acima de tudo: não voltar a comer broa de milho com manteiga, só porque a vida não me está a correr bem. Como se comer aquilo e engordar me fosse ajudar!

Beijos mil e muito obrigada a todas pelo carinho e paciência!

ps - Não, Crista, não me esqueci de ti, lindolas! Mas quando falámos ao telefone eu já tava animadita e não tiveste direito ao meu número de "ó pra mim que sou uma vítima da sociedade", ihihih

pps - este pc continua lento na internet :(((

10 comentários:

Marisa disse...

que bom que estás mais animada. :) Nada como iniciativas e planos de acção para alterar o humor e recolocar as coisas nos sitios certos. ;)

Beijocas

Su disse...

Pois é linda, actualmente o meu lema é sempre "está mau mas podia ser ainda pior"...

Desde que apadrinhei a minha afilhadita da Guatemala que vive MESMO na pobreza, 5 pessoas num quarto com 195$ por mês que dou muito mais valor ao que tenho.

Por muito pouco que tenhamos, vamos ter sempre dinheiro para comer... aliás afogar as mágoas na comida é algo que nem toda a gente pode fazer.

Portanto olha, nada de queixumes e olha que net lenta é melhor do que não ter internet e nem sequer computador.

Beijocas e é bom ver-te animada ;D

Ana Bastos disse...

olá!!!
que booom que estás firme p enfrentar as adversidades!!! não somos de ferro, e ás vezes é natural ir abaixo!

pois os amigos de longa data fazem sempre falta,aqueles que bassta um olhar e já se tá adivinhar o que se passa...

muuuuuita força para ti ;)))

e pega lá na bicicleta...
bjinhusss

Flávia disse...

Beber, cair e levantar!
Beber, cair e levantar!
Beber, cair e levantar!

Levanta a cabeça e bola para frente. Ficar na cama não resolve nada e ainda por cima engorda!

Você vai sair dessa.

:)

Beijos

disse...

Não há de quê, minha amiga. Uma mão lava a outra e as duas fazem um bolo, hehehe. Bjs e vamos em frente que quem fica parado é poste, certo? Bjssss.

estelinha disse...

Oi, Papi!
Confesso que quando li o post anterior fiquei meio down.Mas voltando aqui vejo que és forte e essa tem sido a imagem que tenho de ti.
Com certeza tudo irá se ajeitar!
Beijão!

Estela disse...

Olha lá...tu sabes o que diz a canção do Calimero, não? Ahh,...atão nada de te armares nele, faxavor!!!!

É bom saber que os maus ventos já foram!
É bom ler-te assim animada!
É bom ter com quem partilhar as fotos parvas!
É bom ter conselheira expert em boobs...

Beijinhos, ó gaja!

Amendoinha disse...

Viva!
Gosto de ver que a tempestade já passou. Assim é que é, para a frente é que é Lisboa!
Dizes que às vezes és papoila e outras vezes és atrevida, mas olha que mesmo sendo papoila, és uma Papoila forte e que rapidamente se recompõe.
Força menina, a vida continua e é para andar sempre em frente!
Beijokas

Crista disse...

Oi Papoila, minha flor favorita (risos),


Já vi sim senhor que a animação voltou, eu ontem estive bué de estranha, parecia uma daquelas gajas do wrestling pronta a atacar que me aparecesse pela frente.

Achei piada quando disseste que ficaste sem dinheiro no telemóvel a falar com uma amiga ... eu tb. fiquei a falar contigo (ahahahahhahahha).

Temos de maneirar o tempo das nossas conversas (risos).

Vim te desejar uma óptima sexta.

Beijocas grandes

Violeta disse...

Mão há nada que uma boa soneca e um dia novo para acabar com dramas. Afinal de contas não vale a pena cuspir contra o vento...