Sim, já tinha perdido quase 12kg! grrrr

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

10 coisas parvas acerca de mim

A Muffin desafiou-me e cá está o resultado. Haveria muito mais a dizer mas quando dei conta já estava no n.º 10.

1)
Adoro neve. O dia mais feliz da minha vida foi quando senti a neve a tocar-me no rosto. Eu pensava que a sensação seria tipo chuva mas não tem nada a ver. Porque é que foi o mais feliz? porque chorei de alegria por uma coisa totalmente exterior a mim, à minha vida. Foi uma dádiva da natureza.

2)
Adoro conduzir, especialmente de noite. Na cidade sou muito delicada e paciente... mas dêem-me uma auto-estrada deserta à noite.... e zás! Já atravessei a Ponte Miguel Torga, a mais alta de Portugal, a 190 km/h. Detesto radares.

3)
Morro de medo de vacas. A única vaca boa é aquela que está no meu prato transformada em bife. Parece que há estudos que atestam que elas não são selvagens nem atacam seres humanos. Não acredito, claro.

4)
Usei botas ortopédicas até tarde. Passava os Verões a chorar à frente das montras das sapatarias. Queria umas sandálias a toda a força, mas a mami nunca cedeu.

5)

Nasci com pouco mais de dois kilos e 50 cms, uma verdadeira top model. Nasci também com uma descalcificação grave e tratei logo de engolir placenta durante o parto. Tive de ficar horas inclinada de cabeça para baixo até aquilo sair. A mami diz que era o bebé mais feio que ela viu em toda vida. Eu devia ter percebido logo que a vida não seria fácil...

6)
Nunca aprendi a andar de bicicleta. Numa das tentativas meti um pé nos raios da roda e só não o desfiz porque usava as tais botas. Obrigada, mami.

7)
Passei a adolescência dentro de t-shirts 6 números acima. A ideia era disfarçar as mamas, mas olhando para trás, acho que andei anos disfarçada de cortinado.

8)
Odeio Paulo Coelho. E Nicholas Sparks, Danielle Steel, Margarida Rebelo Pinto e tantos outros que ganham balúrdios à conta dos lugares comuns que escrevem. Eça de Queirós, Jorge Amado, Colleen Mccullough, entre tantos outros, são os meus preferidos. Aqueles que releio constantemente. Tenho cerca de 1500 livros.

9)
Fico fula quando dizem " o dinheiro não é importante, o que importa é ser feliz e ter saúde". Treta. Não há saúde sem dinheiro, sei-o por experiência própria. Muitos dos tratamentos que fiz eram considerados de "cosmética" e a "caixa" nunca pagou nada. Se estou aqui com cabelo, ao dinheiro dos meus pais o devo. Gastaram rios de dinheiro comigo. E também não me consta que haja tratamentos dentários gratuitos ou distribuam óculos... ah... e saber que se vai poder pagar a conta da luz também contribui para felicidade, digam o que disserem..

10)
Tenho uma coisinha má sempre que leio "você" escrito com "Ç". Não há desculpa possível, digam-me o que disserem. Isso aprende-se na primeira classe, carago! De todos os erros ortográficos, este é o que mais me incomoda. Sou até capaz de defender pena capital nestes casos...

9 comentários:

disse...

Oi Papoila, temos em comum sua "coisa" número 8, os pseudo-escritores que odeio. E só não tenho essa montanha de livros porque sempre os dôo prá bibliotecas públicas ou escolas. E concordo tb com a 9a. - No money, no chance... Bjs. Zá

Gordinha disse...

Oi!

Também enfiei o pé no aro da bicicleta! Mas isso não me desmotivou... mesmo porque, quando isso me aconteceu, eu estava na caderiinha e era ainda uma menininha pequenininha!

AH! E também essa coisa de dinheiro não é importante! Eu aceito doações! Afê, gente burra, tô fora!

Agora, medo de vaca? AHAHAHAHA

Beijos! Adorei sua postagem dupla de hoje!

Muffin de Chocolate disse...

Olá Papoila! Gostei muito de saber estas 10 coisas sobre ti. Eu escrevi as minhas mais ao estilo da Gordinha...coisas que me aconteceram. A número 10 é uma das minhas preferidas! :) Beijocas e desculpa lá o trabalho em que te meti! Ao menos valeu o esforsso, nonca mais iscrevo você de forma irrada!! Sandra

Papoila disse...

Zá,
temo o próximo Natal, há sempre um estupor que vai à livraria e compra o que está no top para me oferecer. Tenho sérias desconfianças que posso levar com "O Segredo". Que o Pai Natal me proteja!

Gordinha,
Ainda bem que gostas de me ler, eu também gosto muito de te ler. Este momento de fufice é totalmente inócuo porque eu não tenho dinheiro para te doar. :P (ihihih)



Sandra,
"esforsso" também tá lindo, carago!

E eu já fui perseguida por uma vaca. O facto de ela estar a correr en direcção contrária é apenas um detalhe.

Muffin de Chocolate disse...

Papoila não sejas assim, eu comprei "O Segredo"... :/ mas não o li todo pois vi que não valia a pena. Basicamente repetem as mesmas coisas do princípio ao fim. :/ Basta ver o documentário para não se ficar sem saber o que dizer sobre o livro. Li também a maior parte dos livros do Dan Brown. Leio esses livros em dois ou três dias, são de fácil leitura. No entanto, aprecio muito os autores da nossa Literatura Portuguesa, inclusivamente os grandes autores mencionados por ti. Beijos minha linda, porta-te bem! :) Sandra P.S. Eu também tenho medo de vacas, mas é das bípedes...

Cris disse...

Oi Papoila, em primeiro lugar quero agradecer a visinha. Apareça sempre ta!!! (Embora não tenha tempo pra atualizar sempre.)E outra coisa: me identifiquei com vc nos escritores que amoooo. Só faltou Machado de Assis, que é minha paixão.
Bjinhos.

ximiusa disse...

n axei nada parvas! sao coisas bem interessants!!
ena tanto livro
voÇÇÇÇÇê lê k sa farta!

Ana Garras disse...

Adorei ler a tua lista ficou fixe!

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado